domingo, 4 de dezembro de 2011

HISTÓRIA ESPECIAL DE NATAL

O HÓSPEDE Nº1 ( Texto Original Por Su Cochran)

Guilherme ouviu com atenção a história de Natal lida na Bíblia pela sua mãe.


Com o coraçãozinho agitado, imaginou toda a encenação do nascimento de Jesus, abriu os olhos e disse:

- Oh mamãe, esta é a história mais linda que existe, mas achei muito triste aquela noite que Jesus nasceu.

- Você ouviu! Disse mamãe. Nem lugar houve para ela se hospedar!

Guilherme acrescentou:

- Lá fora, no estabulo, devia estar escuro e frio. Se eu fosse dono da hospedaria eu teria dado lugar para Jesus nascer.

Mamãe continuou:

- Sabe Guilherme, ainda hoje as pessoas não dão lugar a Jesus na hospedaria de seus corações. Muitos conhecem Jesus, mas ainda não o aceitaram como Salvador.

Aquelas palavras penetraram fundo no coração de Guilherme. Embora conhecesse Jesus, mas, ainda não o havia recebido.

- Bem, vamos dormir, disse mamãe. Amanhã é natal. Vamos descansar bastante para a comemoração do aniversário de Jesus.

Dizendo isso, deu-lhe um beijo de boa noite. Guilherme também retribuiu.

Dentro em pouco, Guilherme estava dormindo. Dormindo e sonhando... um sonho estranho...

COLOCAR CORAÇÃO E A PLACA (Hospedaria do coração de Guilherme)

Ele sonhou que era dono de uma grande hospedaria. O edifício onde funcionava a hospedaria era todinho pintado de vermelho e possuía uma estranha forma. A forma de um coração. Na fachada havia uma placa que dizia: “ HOSPEDARIA , CORAÇÃO DE GUILHERME”.


Era véspera de Natal. No centro da cidade era só movimento. A multidão caminhava de um lado para outro. Guilherme havia inspecionado sua hospedaria para certificar-se que tudo estava pronto para o Natal dos hospedes.

O quarto principal que ficava no centro do coração estava limpo e arrumado. Este era o quarto reservado para o hospede mais importante e Guilherme estava ansioso para que ele chegasse logo. Havia outros seis quartos menores em volta do maior. Todos estavam prontinhos esperando seus ocupantes.

Guilherme disse animado:

- Esta pronto. Agora é só esperar os hospedes.

GRAVURA 1 – ARVORE DE NATAL

O primeiro hospede a chegar foi a Arvore de Natal. Guilherme estava orgulhoso de receber a arvore de natal, o pinheiro, que foi escolhido entre tantas arvores para enfeitar a noite de Natal pela sua durabilidade.

- Pode entrar, disse Guilherme, o seu quarto esta arrumado.

GRAVURA 2 - PAZ NA TERRA

O segundo hospede foi chegando e cumprimentando Guilherme dizendo: - Paz na terra e boas vontade para com os homens.

Guilherme conduziu o hospede para seu quarto.

GRAVURA 3 – LOUVOR
O terceiro hospede foi chegando cantarolando um cântico natalino. Guilherme cumprimentou o louvor conduzindo-o para sue quarto. Já com a chegada dos 3 hospedes, já se podia sentir o espírito do Natal.

GRAVURA 4 – PRESENTE
O hospede presente chegou cumprimentando Guilherme, dando-lhe um presente. Guilherme agradeceu todo feliz. E conduziu seu hospede ate seu aposento.

GRAVURA 5 – CEIA (BOLO DE NATAL)

O quinto hospede é a ceia (bolo) que chegou toda equipada com uma bandeja de alimentos.
Cumprimentou Guilherme que o conduziu para seu quarto.

GRAVURA 6 – BEBIDA










O sexto hospede chegou, a bebida logo tornou o ambiente refrescante. Guilherme cumprimentou-a e levou-a até o quarto. Ainda faltava um hospede o mais importante que logo chegou.

GRAVURA 7 – PAPAI NOEL
Papai Noel chegou com muita alegria, apresentando-se:

- Ho, ho, ho. Nem preciso me apresentar, pois todos me conhecem. Quando chega dezembro já posso ser visto em todos os lugares. Nas vitrines das lojas, nos cartazes, na televisão e até andando nas ruas distribuindo balas para as crianças.

Guilherme estava muito feliz. Era importante a presença do Papai Noel na sua festa.

Recebeu-o com cordialidade, levando-o até o quarto especial de sua hospedaria.

- Boa noite Papai Noel, disse Guilherme!

Agora, um profundo silencio reinava. Todos dormiam, descansando para a grande festa do dia seguinte – O Natal.

Guilherme também dormia, quando ouviu-se uma batida na porta.

Guilherme sonolento pergunta: - O que desejam?

Os vistantes respondem:

- Precisamos um lugar para descansar...

Guilherme bocejando diz: - Não há lugar, a hospedaria do meu coração esta lotada.

Os visitantes insistem:

- Eu sou José. Estou querendo um lugar para repousar. Maria minha esposa, precisa de um lugar para que seu filho, que se chamará Jesus, possa nascer.

Guilherme ainda bocejando responde:

- Não há lugar, sinto muito.

Os visitantes vão embora. Guilherme permanece um tempo sonolento, mas logo se dá conta do ocorrido e exclama angustiado. Ele disse que se chama José, e ela Maria, e a criança que deveria nascer na minha hospedaria Jesus? Guilherme corre para fora da hospedaria a fim de encontrar o casal, mas eles já estavam longe.

Neste instante os hospedes que acordaram e ouviram tudo começavam a deixar um por um a hospedaria dizendo:

ARVORE DE NATAL:

– Estou deixando a hospedaria do seu coração Guilherme Não há luz nem estrelas reluzentes. Tudo agora é frio, escuro e vazio. Tudo porque voce não deu lugar para Jesus, a luz do mundo nascer.

Não se vá espere...

BEBIDA:

- Guilherme, estou deixando a hospedaria do seu coração. Eu vim para festejar um dia especial que seria a chegada do filho de Deus, mas, ele não chegou em seu coração.

GUILHERME:

– Espere ele vai chegar dê uma oportunidade.

LOUVOR:

- Guilherme, estou deixando a hospedaria do seu coração porque o motivo de cânticos de louvor que seria Jesus não nasceu em seu coração.

Guilherme – Fique louvor, eu não suporto estes barulhos estridente.

PRESENTE:

- Guilherme, estou deixando a hospedaria do seu coração. Perdi o ânimo de presentes porque o maior Presente de Deus que é Jesus, ficou fora do seu coração.

GUILHERME:

- Então tome, leve seu presente, não sinto alegria em tê-lo

PAPAI NOEL:

– Guilherme, estou deixando seu coração. O que é o Natal só com a minha presença, é triste e vazio se Jesus não faz parte dele. Eu não existo, sou apenas uma invenção.

GUILHERME:

- Eu não quero um Natal assim. Vou dar um lugar para Jesus.

Senhor não deixe que isto seja verdade...( chorando acorda)

Guilherme acordou com seu próprio choro. O dia havia nascido. Era o tão esperado dia – Natal.

O sino da igreja estava tocando e muita gente estava cantando também, o amor e a alegria enchiam as ruas. Guilherme entendeu que ele não poderia mudar a história, mas entendeu que ele como tantas outras pessoas como sua mãe havia falado ainda não deixaram Jesus nascer em seus corações.

E neste instante, Guilherme se ajoelhou e fez uma oração.

 

– Querido Jesus, vem e entra no meu coração. Toma o lugar de honra neste Natal.

E você, deu lugar de honra para Jesus?

(modelo do coração)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para meditar

Para meditar
"Os Teus ensinos são... mais doces que o mel"Sl.19.10

Louve!!

Louve!!
Está respirando??? Então...Louve.louve!!!

SEMEANDO

SEMEANDO
Pense nisso!!

Para meditar

Para meditar
Confiança

Tempo de oração

Tempo de oração
toda 2ªfeira das 7:00-8:00h pelos nossos Ministérios Hope Kids e Days of Joy